José António Abreu @ 13:42

Qua, 29/02/12

«Já te apaixonaste?»

«Muitas vezes.»

«Como é que consegues, com essas teorias? Afinal, sabes que a coisa está condenada ao fracasso.»

«'Fracasso' é o que tu lhe chamas. A paixão é um estado transitório sem prazo definido. Eu limito-me a aceitar que tem prazo.»

«Convém que elas também o aceitem.»

«Comigo, aceitam sempre. Aliás, com frequência são elas quem chega à conclusão de que o prazo foi atingido. As mulheres não são más nessas coisas. Mas na maioria das vezes nem me apaixono por uma mulher completa e sei imediatamente que aquilo vai durar pouco.»

«O que diabo queres dizer com isso?»

«Apaixono-me por um sorriso, uma frase, um par de mamas. As mulheres são sempre menos interessantes do que as suas melhores partes.»




José António Abreu @ 08:56

Seg, 05/03/12

 

Obrigado, João Pedro.